© 2013 Publicações ocasionais com vistas à edificação do povo de Deus. Artigos na maioria traduzidos e usados com permissão, ou em domínio público.

Buscar
  • L S CHAFER

CONTEXTUALIZAÇÃO BÍBLICA


A natureza e o alcance da verdade sob consideração em qualquer porção da Bíblia há de ser descoberta, quase invariavelmente, pela investigação do contexto imediato. O leitor precisa aprender a estabelecer os limites do contexto sem preocupação com as divisões mecânicas em capítulos e versículos. Não é possível encontrar-se uma melhor ilustração de contexto que se estende além do limite do capítulo que o que aparece no relato de Mateus acerca da Transfiguração de Cristo. Esse contexto começa com o último verso do capítulo 16 e continua até o versículo 8 do capítulo 17.

Por causa da intromissão artificial da divisão em capítulos, Mateus 16:28 "Em verdade vos digo que alguns há, dos que aqui estão, até que vejam vir o Filho do homem no seu reino." perde toda a sua relação com Mateus 17:1-8 "Seis dias depois, tomou Jesus consigo a Pedro, e a Tiago, e a João, seu irmão, e os conduziu em particular a um alto monte, e transfigurou-se diante deles; e o seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes se tornaram brancas como a luz. E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele. E Pedro, tomando a palavra, disse a Jesus: Senhor, bom é estarmos aqui; se queres, façamos aqui três tabernáculos, um para ti, um para Moisés e um para Elias. E estando ele ainda a falar, eis que uma nuvem luminosa os cobriu. E da nuvem saiu uma voz que dizia: Este é o meu amado Filho, em quem me comprazo; escutai-o. E os discípulos, ouvindo isto, caíram sobre seus rostos, e tiveram grande medo. E, aproximando-se Jesus, tocou-lhes e disse: Levantai-vos e não tenhais medo. E, erguendo eles os olhos, ninguém viram senão unicamente a Jesus.